Hydroclean

Blog

Oil Sorb x Turfa


Tenho recebido muitos e-mails perguntando sobre as principais diferenças entre os absorventes de óleo Oil Sorb e a Turfa. Gostaria de ressaltar os seguintes aspectos:
– A turfa importada foi o primeiro absorvente a ser utilizado no Brasil e, por isso, culturalmente é tomada como referência.
– O Oil Sorb é o primeiro absorvente nacional, feito com matéria-prima e tecnologia nacional.
– A Turfa importada (principalmente do Canadá), que tem vários nomes comerciais, tem características de um bom absorvente. As condições climáticas do Brasil não favorecem a existência de Turfa de qualidade, pois somente em clima temperado (Canadá, Suécia e outros) é possível encontrar esta matéria-prima.
– As Turfas brasileiras possuem alto teor de cinzas e consequentemente não são adequadas para serem ativadas e usadas como absorventes. Por isto é muito importante conhecer a origem da matéria-prima do absorvente. O absorvente feito com Turfa nacional tem qualidade muitíssimo inferior ao absorvente produzido de maneira adequada com a Turfa importada de boa qualidade.
As diferenças principais entre os absorventes são:
1) A velocidade de absorção do Oil Sorb é muitíssimo mais elevada do que absorventes feitos a base de Turfa, uma vez que o Oil Sorb é constituído de macro poros e micro poros, enquanto que o absorvente Turfa é constituído somente de micro poros. Ou seja, o tempo de absorção é mais lento.
2) O Oil Sorb por ser de origem mineral suporta condições adversas de acidez e basicidade melhor que a Turfa.
3) Como sabemos, a Turfa é composta principalmente de matéria orgânica, enquanto que o Oil Sorb tem como matéria-prima um tipo de argila expandida, ou seja, é de origem mineral. O poder calorífeco do resíduo oleoso gerado após o uso da Turfa (por ser orgânica) é um pouco maior que o do resíduo oleoso gerado do Oil Sorb. Ambos são muito interessantes para serem usados no coprocessamento (indústria de cimento).

Artigo do engenheiro e pHD Jarder Martins